Ir para conteúdo

Prefeitura
Acompanhe-nos:
Facebook
Twitter
You Tube
Sound Cloud
UNIDADES FISCAIS
URM - R$ 3,33
Notícias
Principal   Notícias
 
30/06/2017
› Enfermeiros da atenção básica recebem formação para pré-natal

Para fortalecer e qualificar a rede de enfermeiros da Atenção Básica que realizam o acompanhamento de pré-natal, a Secretaria Municipal da Saúde está promovendo o II Curso de Pré-Natal para Enfermeiros, que vem ao encontro do programa “Pra Nascer Viamão”. O evento está sendo realizado no auditório do Centro de Formação Walter Graf (rua Marechal Deodoro, 220, Centro), de 28 a 30 de junho, das 8 às 17 horas.

De acordo com a enfermeira Lorraine Farias, coordenadora da Saúde da Mulher, o objetivo é apresentar as novas normativas do Protocolo de Pré-Natal do Ministério da Saúde, onde o enfermeiro passa também a prescrever receituário para as gestantes de baixo risco. “Estamos revisando e atualizando o nosso Protocolo de Pré-Natal e essa é uma normativa que passará a vigorar quando tudo estiver concluído”, destaca.

No primeiro dia da capacitação, Lorraine apresentou o diagnóstico do pré-natal na atenção básica, bem como a diferença entre a consulta médica e a de enfermagem. A Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Smcas) apresentou os serviços de acolhimento às gestantes, para atendimento em casos de violência, situações de vulnerabilidade, gravidez na adolescência. Após, as informações foram quanto à nutrição para as gestantes.

À tarde, a enfermeira Vanessa Scheck, especialista em Saúde da Família, da Prefeitura de Porto Alegre, falou sobre o atendimento na prática do pré-natal, lembrando o preenchimento de todos os itens da Carteira da Gestante. “É muito importante que na primeira consulta haja uma conversa interativa, explicando todas as mudanças que acontecerão no corpo, os exames a serem feitos, as vacinas, os tipos de partos, a alimentação, as sensações, as expectativas, a sua rede de apoio, e a importância de carregar sempre consigo a carteira de gestante, entre outros”, explica Vanessa.

O prefeito, André Pacheco, agradeceu a participação das enfermeiras e lembrou o compromisso assumido com o Hospital de Viamão e o Governo do Estado para que aumente o número de partos no município, proporcionando um atendimento de qualidade às gestantes. “Queremos que a maternidade do hospital continue de portas abertas e que os viamonenses continuem nascendo em Viamão. Para isso, o trabalho de vocês é fundamental no acompanhamento do pré-natal, passando segurança às futuras mamães”, conclui.

Acompanhamento

A especialista em Saúde da Família, de Porto Alegre, enfermeira Vanessa Scheck, também palestrou sobre o acompanhamento do pré-natal durante os 1º, 2º e 3º trimestres de gestação. Falou sobre a importância de conversar com a gestante e saber como ela está passando, se houve corrimento, sangramento, cólicas, dores, infecções urinárias, entre outras questões. Ir preparando a gestante para o parto e para ser mãe, bem como acerca dos cuidados com o bebê, com o calendário de vacinação, teste do pezinho, entre outros.

“Ao longo do acompanhamento, se houver complicações e a gestante for considerada como uma gravidez de risco, ela será encaminhada para avaliação no Centro de Especialidades ou para Porto Alegre, conforme o agravamento do quadro”, explica Lorraine Farias. Hoje, a Rede de Atenção Básica conta com 33 enfermeiros para atendimento ao pré-natal, distribuídos nas 16 unidades de saúde.

A coordenadora das imunizações, enfermeira Caren Carvalho, ressalta a verificação da caderneta de vacinação da gestante e a importância da imunização para evitar doenças e possíveis agravos, entre a mamãe e o feto, tanto durante a gestação, quanto durante o parto. “A vacina protege a mamãe e o bebê e muitas pessoas não dão importância porque as doenças estão erradicadas. Mas, elas estão erradicadas devido às imunizações”, explica Caren.

O médico da Saúde da Família da Coordenação Estadual de Atenção Básica, Marcos Mendonça, reforçou o trabalho da lógica de acolhimento, para que as pacientes não acabem indo para as emergências de hospitais, onde os mesmos não têm um histórico da paciente. As enfermeiras e doulas Janine Franceschi e Rochele de Carli falaram sobre a hora do parto e a importância de se respeitar o ciclo natural do nascimento. “O Brasil é o 2º país no mundo com maior número de cesáreas. Isso pode acarretar muitos problemas para o bebê, como respiratórios e baixa imunidade por nascer prematuramente. O Estado realiza 64% dos partos na forma de cesáreas. A vontade da gestante tem que ser levada em conta para que tudo seja feito da forma natural, sem intervenção cirúrgica”, explica Rochele.

UBS Cecília

A UBS Cecília, que atinge o número de mais de 10 consultas pré-natais, conta com duas enfermeiras: Denise Pinheiro e Clarissa Thiele. Elas atendem às gestantes, fazendo todo acompanhamento da gravidez, nas quartas e quintas-feiras. Cada consulta leva cerca de 30-40 minutos e ali são sanadas todas as dúvidas das futuras mamães. Até a 30ª semana gestacional, a consulta é feita uma vez por mês. Da 31ª a 34ª semana, a consulta passa a ser quinzenal. A partir da 35ª semana gestacional, a consulta é semanal.

De acordo com Clarissa, hoje a Unidade Cecília acompanha 100 gestantes e o objetivo para o próximo semestre é formar um grupo de gestantes, onde elas possam interagir umas com as outras, buscando segurança e fortalecimento. “No último trimestre nós salientamos a importância do retorno da mamãe com o bebê entre o 3º e o 7º dia para que seja efetuado o teste do pezinho e encaminhado para o quadro vacinal, bem como incluir o bebê para ser acompanhado pelo médico da família durante o primeiro ano de vida”, explica.

Para a gestante Jaqueline Cassiano, 40 anos, à espera seu quarto filho, o atendimento na UBS Cecília está muito bom. Jaqueline teve seus três filhos, o último está com 14 anos, por convênio particular. “Estou bem surpresa satisfatoriamente. Os outros pré-natais eu fiz através de convênio, mas com a crise, tive que cancelar o convênio e utilizar o SUS. As consultas são maravilhosas, as enfermeiras tiram todas as nossas dúvidas e nos encaminham para os exames e as vacinas. Realizei a visita guiada ao Hospital de Viamão e também me surpreendi com o acolhimento e me sinto segura em ter meu filho em Viamão.”

Saiba mais sobre o Pra Nascer Viamão:

– O município firmou acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e com o Instituto de Cardiologia Hospital de Viamão (HCV), em 18 de abril deste ano;

– A gestante que realizar a primeira consulta pré-natal na unidade de saúde, vai receber na sua Carteira de Gestante um carimbo que sinaliza sua referência ao HCV para parto;

– Semanalmente, são enviados relatórios sobre os atendimentos a gestantes que foram realizados no Hospital para que a rede municipal de saúde possa identificar e acompanhar o pré-natal das gestantes, bem como dos partos realizados para que a SMS marque a primeira consulta da mamãe e bebê na unidade de saúde mais próxima de sua residência.

 

Galeria de Fotos:   Ver mais
Publicado: 30 de JUNHO de 2017
Enfermeiros da atenção básica recebem formação para pré-natal

Para fortalecer e qualificar a rede de enfermeiros da Atenção Básica que realizam o acompanhamento de pré-natal, a Secretaria Municipal da Saúde está promovendo o II Curso de Pré-Natal para Enfermeiros, que vem ao encontro do programa “Pra Nascer Viamão”. O evento está sendo realizado no auditório do Centro de Formação Walter Graf (rua Marechal Deodoro, 220, Centro), de 28 a 30 de junho, das 8 às 17 horas.

 
 
 

 

Telefone Entre em contato
(51) 3492-7600
Localização Praça Júlio de Castilhos, s/n
CEP: 94410-055 - Viamão/RS
INFORMATIVOS DA PREFEITURA
© Copyright Instar - 2006-2017.
Todos os direitos reservados
Atendimento: Segunda a Sexta das 8:30h às 12h e das 13:30h às 17h

icone instar © Copyright Instar - 2006-2017. Todos os direitos reservados.